Vídeo: Bolsonaro pega criança no colo e tira máscara dela; durante visita ao RN

Ministro Fábio Faria chama governadora Fátima de “cara de pau” durante visita de Bolsonaro ao RN
24 de junho de 2021
Preço do litro da gasolina comum tem novo aumento e chega a R$ 6,29 em Natal
24 de junho de 2021

Vídeo: Bolsonaro pega criança no colo e tira máscara dela; durante visita ao RN

Momento em que presidente da República, Jair Bolsonaro, puxa máscara de menino - Foto: Reprodução

Ouça a matéria aqui!

Vídeo se espalhou pelas redes sociais e causou reações adversas entre internautas

Durante a visita ao Rio Grande do Norte, nesta quinta-feira, 24, o presidente da República Jair Bolsonaro andou sem máscara e causou aglomerações, duas medidas contrárias às indicadas para evitar a proliferação do vírus da Covid-19. Em um momento, ele pegou uma criança no colo e chegou a puxar a máscara dela para baixo.

O vídeo se espalhou pelas redes sociais e causou indignação nos internautas. As reações foram as mais adversas. “Irresponsável”, repreendeu um dos usuários que viu a publicação. “Seguindo o exemplo do Papa”, ironizou outro.

Figuras da política potiguar, como Fernando Mineiro (PT), se manifestaram. “Perversão de um presidente aliado do vírus”, disse em uma rede social.

Manifestações

A cidade de Pau dos Ferros, no interior do RN, registra protesto contra o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), que visita o estado potiguar nesta quinta-feira 24 para liberar recursos para obras em dois municípios: Pau dos Ferros e Jucuturu. Populares se reúnem no município em um ato contra Bolsonaro, que deve chegar na cidade apenas durante a tarde.

Voto Impresso

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que visita o Rio Grande do Norte nesta quinta-feira 24, disse em pronunciamento na cidade de Jucurutu que o Brasil terá voto impresso no próximo ano. O presidente está no município para assinar a liberação de recursos para as obras da Barragem de Oiticica.

“Foi um milagre a minha eleição em 2018, tínhamos o povo ao nosso lado. Essa recepção [em Jucurutu] eu devo a muitos que estão do meu lado no poder executivo, bem como nossos colegas do poder legislativo”, comentou o presidente, em referência aos ministros potiguares Rogério Marinho e Fábio Faria, além dos deputados federais da base governista.

“A gente anda por aí e o pessoal fala muito do voto impresso. Se a PEC for promulgada, nós teremos voto impresso no ano que vem. Encarnamos a vontade popular, e essa vontade será feita no ano que vem. A democracia não tem preço, temos recursos para comprar as urnas com as respectivas impressoras, queremos que o povo após votar tenha certeza que o voto foi para a pessoa escolhida”, afirmou Bolsonaro durante o pronunciamento no município potiguar.

Visualizações: 147

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *