Falta transparência em dados de vacinação, diz levantamento

Marcos Rogério mostra governadores falando de cloroquina e CPI bate-boca
maio 20, 2021
Operação do MP investiga suposto desvio de dinheiro público na contratação de restaurante em Ipanguaçu
maio 20, 2021

Falta transparência em dados de vacinação, diz levantamento

Ouça a matéria aqui!

Falta transparência nos dados de vacinação apresentados pelo Ministério da Saúde, segundo levantamento da Open Knowledge Brasil. Especialistas encontraram uma diferença de 1,2 milhão de doses aplicadas entre o painel do Localiza SUS e a base de dados Open Data SUS, ambos atualizados pelo órgão.

A análise mostra ainda que os municípios estão atrasando a liberação dos registros de pessoas vacinadas. O informe, que deve ser feito em até 48 horas segundo portaria do Ministério da Saúde, tem levado mais de 6 dias em 2.126 cidades (38%) do total. Em 51 localidades, não há atualização há mais de um mês.

A pesquisa foi atualizada na 3ª feira (18.mai.2021), com apoio da Lagom Data, para campanha em parceria com a Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo) e outras organizações da sociedade civil.

Além do atraso no registro dos dados, informações como grupo prioritário e etnia não constam em milhares de registros. Para 489.858 vacinas aplicadas até 18 de maio, não há identificação da categoria de risco à qual pertence a pessoa vacinada.

O estudo mostra também que falta definição de cor e raça em até 10% dos vacinados em 3.271 municípios.

Para Fernanda Campagnucci, diretora-executiva da Open Knowledge Brasil, esses são “indicadores fundamentais para compreender se os dados que estão sendo disponibilizados pelo Ministério são íntegros e confiáveis”.

Os pesquisadores ainda detectaram registros duplicados na base de dados, atrapalhando a visualização das informações. “Abrir os dados é fundamental e representa um avanço, mas, se não houver qualidade, as análises ficam distorcidas”, acrescenta Campagnucci.

Segundo as plataformas coronavirusbra1 e covid19br, que compilam dados das secretarias estaduais de Saúde, o Brasil aplicou a 1ª dose de vacinas contra a covid em 40.427.005 pessoas até as 21h30 de 4ª feira (19.mai). Dessas, 19.924.691 receberam a 2ª dose. Ao todo, 60.351.696 doses foram administradas no país.

Visualizações: 77

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *