Advogado garante que Pazuello quer responder todas as perguntas na CPI da Covid

Funcionária de hospital é demitida por justa causa por se recusar a tomar vacina
maio 15, 2021
Em um ano, PF abre 931 inquéritos sobre fraude do auxílio emergencial
maio 15, 2021

Advogado garante que Pazuello quer responder todas as perguntas na CPI da Covid

Ex-Ministro Eduardo Pazuello - Foto

Ouça a matéria aqui!

Habeas Corpus garantiu o direito do ex-ministro “não responder a perguntas que possam incriminá-lo”

O advogado do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello afirmou à coluna Painel, da Folha de S.Paulo, que o general quer responder todas as questões dos senadores durante a sabatina que será submetido na CPI da Covid-19.

Porém, Zozer Hardmann fez uma ressalva. “Como toda e qualquer testemunha ele tem o direito ao tratamento digno, urbano e respeitoso”.

“A decisão do STF correta já era esperada. A garantia ao tratamento urbano, digno e respeitoso era o objetivo (do habeas corpus concedido pelo ministro Ricardo Lewandowski). O ministro Pazuello pretende responder todas as perguntas”, afirmou.

Na sexta-feira, a defesa do ex-ministro da Saúde conseguiu por meio do habeas corpus a garantia do direito do ex-ministro de ficar em silêncio nos casos de perguntas sobre si mesmo. No entanto, o general não poderá mentir sobre fatos relacionados a outras pessoas.

Em sua justificativa, o ministro do Supremo apontou que Pazuello tem o direito “de não responder a perguntas que possam, por qualquer forma, incriminá-lo”.

O depoimento do ex-ministro é o mais aguardado da CPI da Covid-19. Em um primeiro momento, a oitiva de Pazuello estava marcada para o dia 5 de maio. Um dia antes, porém, o Comando do Exército enviou um comunicado à cúpula da CPI solicitando a dispensa do general, alegando que ele teve contato com dois assessores infectados com o novo coronavírus.

Visualizações: 83

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *