Home JudiciárioTCE TCE isenta secretário do RN de culpa na compra dos respiradores pagos antecipadamente

TCE isenta secretário do RN de culpa na compra dos respiradores pagos antecipadamente

Por AdrianoSantos
0 comentário 38 visualizações

Auditores do Tribunal de Contas entenderam que compra dos respiradores com pagamento antecipado foi feita pela urgência que a situação de pandemia exigia

Os auditores do Tribunal de Contas do Rio Grande do Norte apontaram, em relatório apresentado em junho deste ano, que o governo do estado pagou, em abril de 2021, R$ 4,9 milhões antecipados pela compra de 30 respiradores, antes de assinar os contratos com o Consórcio Nordeste.

Em agosto, o Ministério Público do Tribunal de Contas isentou o secretário estadual de saúde, Cipriano Maia, do processo da compra não concretizada dos respiradores. A análise foi assinada pelo procurador-geral, Thiago Martins Guterrez. No documento, ele aponta que não houve má fé do secretário de Saúde para a compra dos respiradores, dada a urgência que a situação exigia.

Nesta quinta-feira (23), a governadora Fátima Bezerra (PT), assim como os perfis oficiais do Governo do Estado, compartilharam um vídeo explicando a situação, destacando que o RN foi vítima de um golpe. De acordo com a publicação: “O governo do RN não ficou parado e está movendo mundo e fundos na justiça para reaver o dinheiro com juros e multa. Os recursos devem ser devolvidos em breve”.

Deixe um comentário