Home SaúdeParalisação Servidores da saúde do RN aprovam paralisação de 24h no dia 19 deste mês

Servidores da saúde do RN aprovam paralisação de 24h no dia 19 deste mês

Por AdrianoSantos
0 comentário 5 visualizações

Dentre as reivindicações da categoria, está a atualização do plano de cargos e salários dos servidores da saúde

Os servidores da saúde do Rio Grande do Norte aprovaram uma paralisação de 24h no dia 19 de outubro. No mesmo dia, a categoria também deve decidir se irá aprovar uma greve. Os trabalhadores reivindicam a atualização do plano de cargos e salários, o fim da insalubridade, dentre outras solicitações. O protesto foi aprovado nesta semana por unanimidade em assembleia com a categoria.

De acordo com o Sindsaúde/RN, existe uma comissão que vem discutindo o Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) dos servidores da saúde do Estado. Porém, desde 2014 ele não é atualizado. O governo já discutiu e elaborou junto com sindicatos e a Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap/RN), mas ainda não foi feito o impacto financeiro, ocasionando um atraso no envio para votação na Assembleia Legislativa do RN.

Além disso, o sindicato que representa a categoria alega também a possibilidade de retirada de direitos para os trabalhadores que atuam na contenção da pandemia da Covid-19. “O governo já está anunciando que a pandemia está quase chegando ao fim e querendo retirar o direito a insalubridade Covid que foi conquistada após negociação e reuniões de mediação com o Ministério Público do Trabalho”, informou a assessoria do órgão.

O Sindsaúde também diz que o Governo do RN quer implantar o ponto eletrônico para os trabalhadores em até 30 dias, mas a decisão não abarca todas as categorias de forma igualitária.

Em nota, encaminhada ao Agora RN, a Sesap informou que haverá uma reunião para alinhamento das reivindicações. “A Secretaria de Estado de Saúde Pública informa que haverá no dia 18 de outubro a reunião extraordinária da Mesa SUS para alinhamento do Plano de Cargos. A reunião está agendada para as 14h30. A proposta é dar celeridade na discussão do conteúdo do plano e apresentar as tabelas até o dia 31 de outubro, para encaminhar a proposta para a Assembleia Legislativa ainda no corrente ano”, diz o comunicado.

Deixe um comentário