Senadores da CPI da Pandemia decidem pedir condução coercitiva de Carlos Wizard

Ezequiel cumpre agenda institucional e reafirma apoio a Rogério Marinho
junho 10, 2021
Rogério Marinho indicou compra de 90 tratores com orçamento secreto
junho 10, 2021

Senadores da CPI da Pandemia decidem pedir condução coercitiva de Carlos Wizard

Ouça a matéria aqui!

A CPI da Pandemia decidiu pedir condução coercitiva do empresário Carlos Wizard à justiça porque ele não respondeu à notificação para depor na semana que vem. A informação é do senador Randolfe Rodrigues, vice-presidente da comissão.

À CNN, o senador afirmou que “o paradeiro de Wizard é desconhecido e incerto. Ele sumiu”. A CPI notificou o empresário em sua casa no interior de São Paulo. No entanto, a comissão, de acordo com Randolfe, recebeu informações de que ele está nos Estados Unidos.

“Se estiver no exterior mesmo, a PF vai esperá-lo no aeroporto”, explica. Wizard foi cotado para secretário de Ciência e Tecnologia, do ministério da Saúde, área que cuida da incorporação de medicamento e tecnologias no SUS. Para a cúpula da CPI, ele era um auxiliar de Bolsonaro no suposto gabinete paralelo.

A CNN procurou o empresário Carlos Wizard, que não retornou ainda os contatos.

Outro depoimento

Como plano B, caso o depoimento de Carlos Wizard não ocorra, a CPI vai antecipar a oitiva do auditor Alexandre Figueiredo, suspeito de incluir uma tabela com dados equivocados sobre coronavírus no sistema do Tribunal de Contas da União (TCU). O documento foi utilizado pelo presidente Jair Bolsonaro como base para afirmar, equivocadamente, que metade das mais de 470 mil mortes registradas no Brasil não foram por Covid-19.

Visualizações: 51

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *