Home JudiciárioInvestigação Rosalba e Robinson Faria podem ser convocados para depor na CPI da Arena

Rosalba e Robinson Faria podem ser convocados para depor na CPI da Arena

Por AdrianoSantos
0 comentário 27 visualizações

CPI vai convocar ex-governadores que administraram Arena das Dunas sem questionar valor milionário cobrado pelo aluguel do espaço

Os ex-governadores do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini e Robinson Faria poderão ser convocados nos próximos dias para prestar depoimentos na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), instalada na Assembleia Legislativa do Estado, sobre possíveis irregularidades no contrato da construção e administração do Estádio Arena das Dunas, em Natal.

Em entrevista ao Jornal AGORA RN, na segunda-feira (11), o ex-deputado Sandro Pimentel (PSOL), autor do pedido de auditoria no contrato e também da instalação da CPI na Assembleia Legislativa do Estado, contou que além da ex-governadora Rosalba Ciarlini, o ex-governador do Rio Grande do Norte Robinson Faria, deveriam ser intimados a prestar esclarecimentos, porque os contratos seguiram iguais nas gestões de ambos os ex-governadores: “Tem sim que afunilar as investigações, e nesse caso até chegar em Rosalba Ciarlini, que foi a governadora da Copa, que fez tudo isso acontecer. Mas não somente ela, teria que convocar também Robinson Faria, porque depois de Rosalba, veio o ex-governador Robinson Faria e os contratos seguiram iguais. Ou seja, Robinson não teve sequer a preocupação de pedir para auditar esses contratos, não procurou saber se o que o governo estava pagando, cerca de 11 milhões de reais por mês, era devido ou não, então ele, Robinson, tem responsabilidade política e administrativa nessa história, assim como Rosalba”, explicou.

O ex-deputado Sandro Pimentel, espera que ao final a CPI da Arena, no mínimo, o Ministério Público possa tomar as “providências” legais cabíveis, de modo que o Estado “estanque essa sangria”, desses milhões que são pagos mensalmente com o dinheiro do povo: “A gente sabe por tudo o que foi dito é comprovado [por meio de documentos], que o Estado não é devedor da construção. Eu não estou nem falando da manutenção da Arena das Dunas, que o valor pago mensal é um absurdo, é inaceitável”. E continuou: “Acredito que a CPI está indo no rumo certo, e vai terminar com um parecer conclusivo bastante sólido, a partir das oitivas, do contraditório e da defesa, do importante papel que tem cumprido a Controladoria geral do Estado e o Tribunal de Contas do RN”, concluiu.

Em relação aos dois procuradores do RN indicados para serem ouvidos semana passada na CPI da Arena das Dunas, o procurador aposentado Raimundo Nonato de Lima e a procuradora Marjorie Madruga Alves Pinheiro, que não compareceram as oitivas, embora tenham oficializado confirmação de presença, Sandro Pimentel afirmou que: “Eu fiquei espantado, quando na primeira oportunidade, os procuradores convocados não compareceram. É estranho. Eu já achara estranho, a partir dos elementos que eu tinha no início, porque é que a Procuradoria do Estado, mesmo diante de um relatório consistente da Controladoria Geral do Estado, que eu pude com a minha equipe acompanhar cada passo, já não tinha tomado providências legais, em relação a essa sangria financeira. A procuradoria encontra-se muito travada. Eu venho me espantando faz tempo, sobre o papel, sobre a posição que a Procuradoria do Estado tem adotado. O que é que tem por trás disso? Eu não sei, mas gostaria de descobrir”, questionou.

A relatora da CPI, a deputada Isolda Dantas (PT), em entrevista ao AGORA RN, contou que primeiro os membros da Comissão Parlamentar de Inquérito, pretendem ouvir os procuradores do governo do Estado, que participaram diretamente dos processos técnicos da elaboração e auditoria do contrato, para a partir daí, se houver indícios de irregularidades envolvendo o erário público, haverá uma votação interna com os outros membros da Comissão, que juntos, irão definir se a ex-governadora Rosalba Ciarlini, irá prestar esclarecimentos.

A Relatora da comissão, também garantiu que, mesmo que a ex-governadora Rosalba Ciarlini seja convocada, não haverá foco em disputa política, seja com parlamentares que têm ou tiveram mandatos. Segundo Isolda: “Ainda pairam muitas dúvidas de todo o Rio Grande do Norte sobre o contrato e é necessário que as respostas sejam dadas”. A relatora completou: “A CPI da Arena entra agora em uma nova fase. Essa semana e a próxima, nós vamos ouvir os depoimentos dos procuradores do Estado, como convidados, mas que pese no início da reunião todos serão advertidos a dizerem a verdade, acerca da construção do contrato [de construção e administração] da Arena. O povo precisa de uma resposta. Essa situação não pode e nem deve passar despercebida, e queremos que os culpados, responsáveis, se confirmadas as irregularidades, sejam todos punidos”, analisou.

Related Articles

Deixe um comentário