Home Política2022 Rafael Motta desafia Rogério Marinho para disputar Senado: “Contra Bolsonaro”

Rafael Motta desafia Rogério Marinho para disputar Senado: “Contra Bolsonaro”

Por AdrianoSantos
0 comentário 6 visualizações

Deputado federal afirma que ministro Rogério Marinho representa bolsonarismo no Estado

O presidente estadual do PSB e deputado federal Rafael Motta afirmou estar focado em se reeleger para a Câmara Federal, mas não descarta oferecer seu nome para concorrer ao Senado pelo Rio Grande do Norte se for para vencer um candidato ligado ao presidente Jair Bolsonaro. Ou seja, Rafael estaria concorrendo diretamente com o ministro do Desenvolvimento Regional Rogério Marinho, que lançou sua pré-candidatura nesta segunda-feira (27) durante evento político no Estado.

Em seu segundo mandato na Câmara Federal, Rafael Motta votou contra as reformas previdenciária e trabalhista, que foram as principais bandeiras defendidas por Rogério Marinho, a quem Rafael venceu nas eleições passadas. Na ocasião, o presidente do PSB se elegeu com 82.791 votos, derrotando Marinho, que teve 59.961 e acabou ficando sem mandato.

Rafael afirmou ao Agora RN que está trabalhando para a reeleição, mas que “se entenderem que eu tenho mais condições de manter o espaço com partidos progressistas, não me refuto. O que não podemos é entregá-lo ao bolsonarismo”. E completou: “O debate será entre quem apoiou as ações do governo federal e quem foi contra. Quem é contra ou a favor de Bolsonaro. Estruturas políticas não têm decidido eleição no Rio Grande do Norte e sim a coerência entre os posicionamentos e o que as pessoas realmente precisam”, afirmou.

Nos últimos dias, seu nome foi colocado entre os possíveis candidatos ao cargo de senador pelo grupo político da governadora Fátima Bezerra (PT). Apesar do candidato natural do PT ser o senador Jean-Paul Prates, no exercício do mandato, a popularidade de Rafael a partir dos seus posicionamentos políticos pode fazê-lo repetir o feito da senadora Zenaide Maia (Pros) em 2018, que se elegeu pelo PHS após ter se posicionado de modo alinhado aos partidos de esquerda e de centro-esquerda durante todo o seu mandato.

Related Articles

Deixe um comentário