Home EconomiaCombustiveis Preço da gasolina em Natal tem maior variação entre capitais e aumenta 11% em um mês, diz ANP

Preço da gasolina em Natal tem maior variação entre capitais e aumenta 11% em um mês, diz ANP

Por AdrianoSantos
0 comentário 8 visualizações

Preço médio é de R$ 6,681 na capital potiguar, de acordo com levantamento do dia 26 de setembro e 2 de outubro.

Natal tem a gasolina mais cara entre as capitais do país e também registrou a maior variação do preço ao longo de quatro semanas – um aumento de 11,05%.

Os dados são da Síntese Semanal do Comportamento dos Preços dos Combustíveis, divulgada pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Naturais e Biocombustíveis (ANP), com levantamento do dia 26 de setembro até este sábado (2).

O preço médio da gasolina tipo C ao longo da última semana ficou em R$ 6,681 em Natal. Logo atrás, no ranking, estão Goiânia (R$ 6,676) e Teresina (R$ 6,660). Para se ter uma ideia, o preço médio do país é de R$ 6,092.

Nas capitais dos estados vizinhos ao Rio Grande do Norte, o combustível é encontrado mais barato. É o caso, por exemplo, de João Pessoa (R$ 5,961), em Fortaleza (R$ 5,936) e Recife (R$ 5,929).

Um motorista que enche o tanque do carro com 40 litros de gasolina em Natal chega a pagar R$ 30 a mais, em relação à mesma quantidade de combustível em Recife, considerando-se os preços médios.

Além de ter o preço mais alto, Natal foi a capital com maior aumento do preço do litro, ao longo de quatro semanas. O crescimento de 11% é bem maior que a média nacional, que foi de 1,42%. A variação no Nodeste foi de 1,41%.

O Rio Grande do Norte terminou a semana com o preço médio da gasolina em R$ 6,627 nas bombas. O valor médio do estado é o terceiro maior do país, ficando atrás do Piauí (R$ 6,650) e do Rio de Janeiro (R$ 6,648).

O aumento do preço médio no estado, que foi de 8,46% em quatro semanas, também foi maior entre as unidades federativas brasileiras.

O RN também tem o maior preço do Diesel S10, do Etanol e do gás de cozinha no Nordeste. Veja a síntese aqui.

Related Articles

Deixe um comentário