Home Ouro BrancoConscientização OURO BRANCO: Conselho Tutelar faz campanha de conscientização durante a festa do Divino

OURO BRANCO: Conselho Tutelar faz campanha de conscientização durante a festa do Divino

Por AdrianoSantos
0 comentário 662 visualizações

A prevenção de acidentes na infância, relacionados com brinquedos de parques infantis, constitui um problema de difícil operacionalização, pois não envolve somente o conhecimento sobre as normas de segurança. É preciso o engajamento dos profissionais que trabalham com crianças e a participação da sociedade como um todo.

Os Conselheiros Tutelares de Ouro Branco estiveram na noite dessa quarta-feira (06. Outubro. 2021) realizando uma campanha de conscientização, em parceria com o Parque de Diversões São José, para conscientizar os pais e responsáveis das crianças no sentido de orientar sobre risco de acidentes em alguns brinquedos.

Os conselheiros estiveram no local onde está montado o parque de diversão orientando os pais e fixando as recomendações nos brinquedos do parque. Todos os brinquedos do parque devem possuir identificações que determinem a qual faixa etária é destinado.

As principais orientações que foram dadas aos pais ou responsáveis foram:

  • Atenção na idade e altura permitida nos brinquedos;
  • Acompanhamento das crianças pelos pais ou responsáveis no momento da compra de ingressos.
  • Assegurar que as crianças não estejam acompanhadas de pessoas que não sejam os pais ou responsáveis legais das referidas crianças.

Segundo artigo 136 do ECA, são atribuições dos conselheiros tutelares atender crianças e adolescentes diante de situações de violação de direitos. Também é papel do conselheiro atender e aconselhar os pais ou responsáveis dessas crianças e adolescentes.

Recomendações de segurança para parque de diversões:

  1. Devem ter alvará, certificação pelos bombeiros e fazer inspeções;
  2. Colocar sinalização em cada atração indicando a altura e peso mínimos e máximos, informar como o visitante deve se posicionar dentro do brinquedo e o que não deve fazer enquanto estiver nele;
  3. Verificar no mínimo uma vez ao dia, antes do brinquedo começar a funcionar, se ele está em perfeitas condições: checar freios, controles de segurança e dispositivos para emergências. A checagem deve ser refeita durante a operação do brinquedo;
  4. Funcionários e operadores dos brinquedos devem ser instruídos sobre como agir para relatar paradas e defeitos no brinquedo, restringir o acesso.

Divertir-se com a família no parque de diversões é sempre uma ótima pedida. Antes de sair de casa, porém, confira algumas dicas para aproveitar cada momento com segurança.

1) Para os bebês, o programa pode ser cansativo ou mesmo perigoso. O ideal é levar a criança a esse tipo de passeio a partir do momento que ela começar a andar. Mas nem todos os parques de diversão têm brinquedos para menores de 4 anos, por isso, convém checar com antecedência;

2) O protetor solar é fundamental para quem vai passar o dia inteiro ao ar livre. Aplique nas crianças antes mesmo de sair de casa e outras vezes ao longo do passeio;

3) Saia de casa preparado, com lanches e bebidas na mochila. É muito difícil encontrar opções saudáveis nos parques de diversões. Claro que todo mundo tem direito a comer guloseimas nos dias de folga, mas não dá para abusar. Em dias quentes, ofereça água às crianças várias vezes (entretidas com os brinquedos, elas não vão pedir!) para evitar a desidratação;

4) Por segurança, há um limite mínimo de altura exigido para entrar na maioria dos brinquedos, que fica entre 1,30 a 1,40 m. No entanto, vale confrontar a altura com a faixa etária do seu filho. Se ele for considerado alto para a idade, por exemplo, vai atingir o limite antes das outras crianças. Será que está preparado para brincar na montanha-russa mais radical do parque mesmo assim? Vale o bom senso dos pais;

5) Atenção às aglomerações! Um minuto de descuido é o suficiente para a criança se perder dos pais. Para se divertir sem riscos, o ideal é que o grupo tenha um adulto para tomar conta de cada criança, se possível. Outra medida importante é colocar pulseiras com os dados (nome e telefone celular dos pais) nos menores e combinar um ponto de encontro caso algum adulto do grupo se perca.

Previna acidentes!

A responsabilidade não é só do parque, mas também dos pai e/ou dos responsáveis.

Deixe um comentário