Moro diz ter ouvido de ministros sobre existência de “gabinete do ódio”

Exército determina sigilo de 100 anos para processo contra Pazuello
junho 7, 2021
TCU desmente Bolsonaro: não há informações que apontem menos mortes por Covid
junho 7, 2021

Moro diz ter ouvido de ministros sobre existência de “gabinete do ódio”

Ouça a matéria aqui!

Ex-ministro da Justiça Sérgio Moro prestou depoimento à Polícia Federal no âmbito do inquérito que investiga o financiamento de atos antidemocráticos

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro disse, em depoimento à Polícia Federal (PF), que ouviu de ministros do próprio governo federal sobre a existência do chamado “gabinete do ódio“.

Segundo o ex-ministro, os nomes do vereador do Rio de Janeiro (RJ) Carlos Bolsonaro (Republicanos) e do assessor especial da presidência da República Tercio Arnaud eram normalmente associados ao gabinete.

“Indagado sobre como tomou conhecimento da relação de tais pessoas com o denominado ‘gabinete do ódio’, respondeu que tomou conhecimento por comentários entre ministros do governo”, registrou a PF, no inquérito que apura o financiamento de atos antidemocráticos.

Em seguida, Moro se limitou a responder que os ministros que falavam sobre a existência do gabinete do ódio eram “palacianos”. Ele não deu nenhum nome. Tratam-se, no entanto, de ocupantes dos seguintes cargos: Casa Civil; Gabinete de Segurança Institucional (GSI); Secretaria de Governo (Segov) e; Secretaria-Geral.

LEIA o depoimento de Sergio Moro:

Visualizações: 99

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *