Luciano Huck diz que votou em branco em 2018: “Não me arrependo”; veja vídeo

Carlos Wizard falta à CPI: “Pra que foi ao STF se não vinha?”, diz Omar Aziz
17 de junho de 2021
Vai protestar contra Bolsonaro? Saiba como ir às ruas seguindo protocolos sanitários
17 de junho de 2021

Luciano Huck diz que votou em branco em 2018: “Não me arrependo”; veja vídeo

Ouça a matéria aqui!

Em entrevista a Pedro Bial na noite desta terça-feira (15), o apresentador da Globo Luciano Huck disse que votou em branco no segundo turno das eleições de 2018 e que não se arrepende por isso.

“Dos dois candidatos que se apresentavam naquela época, eu não me sentia representado por nenhum dos dois. E achei melhor votar em branco. Foi o que eu fiz. Eu não me arrependo, eu votei em branco e votaria em branco de novo”, disse Huck, ao ser indagado por Pedro Bial, que fez questão de lembrar o apresentador das declarações que deu à época de que “no PT eu nunca votei e nunca vou votar” e “que as pessoas têm chance de amadurecer”, ao se referir a Jair Bolsonaro.

Pré-candidato em 2018, Huck disse que talvez tivesse uma oportunidade de se reeleger pois o “establishment estava derretido”.

“Em 2018, eu disse não [à candidatura] porque o sistema estava sofrido, o establishment estava derretido. Talvez tivesse uma oportunidade ali. Mas eu não consigo enxergar um cargo dessa responsabilidade, desse tamanho, como uma oportunidade. Isso seria uma irresponsabilidade”.

Huck ainda confirmou que vai assumir o lugar do apresentador Fausto Silva nas tardes de domingo da TV Globo e ressaltou que não retirou sua candidatura à presidência em 2022 porque nunca se lançou como candidato, apesar de ser visto como principal aposta de setores da centro-direita neoliberal.

“Acho bom eu deixar a fotografia bem clara e ser o mais franco e o mais sincero possível: eu nunca me lancei candidato a nada, não estaria retirando nada porque nunca me lancei.”

O apresentador diz que terá mais a contribuir com o Brasil assumindo o lugar de Faustão, que assumirá um programa na Band após deixar a Globo, em 2022.

“Tenho certeza que eu posso contribuir muito para o país estando nos domingos da Globo e fazendo um programa que se conecte com as pessoas, que ouça as pessoas, que traga a esperança de volta e resgate nossa autoestima. Mas isso não quer dizer que eu tô fora do debate público.”

Visualizações: 55

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *