Exército decide não punir Pazuello por participação em ato com Bolsonaro

Covid-19: prefeitos pedem prorrogação de medidas mais restritivas no interior do RN
junho 3, 2021
Criança morre sob escombros de prédio que desabou no Rio de Janeiro
junho 4, 2021

Exército decide não punir Pazuello por participação em ato com Bolsonaro

Pazuello e Bolsonaro - Foto: ANDRE BORGES / AFP

Ouça a matéria aqui!

Comandante do Exército avaliou que ‘não houve transgressão disciplinar’ e arquivou apuração. Regramentos proíbem que militares da ativa participem de atos políticos

O Exército Brasileiro informou nesta quinta-feira 3 que decidiu não punir o general e ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello pela participação em um evento político com o presidente Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro, no último dia 23.

Segundo a corporação, “não restou caracterizada a prática de transgressão disciplinar” por parte de Pazuello. O processo disciplinar foi arquivado.

O Regulamento Disciplinar do Exército e o Estatuto das Forças Armadas proíbem a participação de militares da ativa em manifestações políticas. No ato que gerou o procedimento disciplinar, Pazuello chegou a subir em um trio elétrico onde Bolsonaro discursava a motoqueiros.

Íntegra

Confira abaixo a íntegra da nota divulgada pelo Exército:

“Acerca da participação do General de Divisão EDUARDO PAZUELLO em evento realizado na Cidade do Rio de Janeiro, no dia 23 de maio de 2021, o Centro de Comunicação Social do Exército informa que o Comandante do Exército analisou e acolheu os argumentos apresentados por escrito e sustentados oralmente pelo referido oficial-general.

Desta forma, não restou caracterizada a prática de transgressão disciplinar por parte do General PAZUELLO.

Em consequência, arquivou-se o procedimento administrativo que havia sido instaurado.

Brasília-DF, 3 de junho de 2021
CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DO EXÉRCITO”

Visualizações: 67

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *