Deputado bolsonarista, Sargento Fahur ironiza babá que denunciou o vereador Jairinho: “Vai falar que ele mordia”

Drª Ivermectina ataca jornalistas no RN e volta a defender antipiolho contra a Covid
abril 27, 2021
Grupo suspeito de formar milícia é preso pela Polícia Civil no interior do RN
abril 27, 2021

Deputado bolsonarista, Sargento Fahur ironiza babá que denunciou o vereador Jairinho: “Vai falar que ele mordia”

Sargento Fahur - Foto: Reprodução/Instagram

Ouça a matéria aqui!

Parlamentar compartilhou notícia de outras denúncias de agressão contra o padrasto de Henry Borel. Colega de infância do vereador Jairinho diz que foi agredido por ele durante três anos.

O deputado bolsonarista Sargento Fahur (PSD-PR) foi às redes sociais nesta segunda-feira (26) para debochar da babá do menino Henry Borel, Thayná de Oliveira Ferreira, que denunciou as agressões do vereador Jairo Souza Santos Junior, o Dr. Jairinho, à mãe da criança.

“Daqui a pouco a ex-babá do Jairinho vai falar que ele mordia ela…”, escreveu o parlamentar no Twitter ao compartilhar uma reportagem sobre outra denúncia de agressão contra Dr. Jairinho.

A reportagem, publicada pela revista IstoÉ neste domingo (25), destaca relatos de um ex-colega de infância do vereador. O homem afirma que Jairinho costumava ser violento na infância e que após as agressões exibia no rosto uma “expressão de prazer”.

Segundo ele, as agressões começaram quando ambos tinham oito anos e estudavam no colégio particular Ferreira Alves, em Bangu, na zona oeste do Rio. Jairinho teria saltado de um tablado de cerca de 50 centímetros de altura para atingir em cheio o colega, que caiu no chão.

Segundo o relato do homem, feito originalmente ao jornal Extra, as agressões duraram três anos. Na época, Jairinho era chamado às escondidas de “esquisito”. Quando criança, o vereador acusado de assassinar o enteado Henry era visto quase sempre sozinho.

Visualizações: 167

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *