Home Sem categoria Transparências, couro e alfaiataria se destacam entre os looks do VMA 2021

Transparências, couro e alfaiataria se destacam entre os looks do VMA 2021

Por AdrianoSantos
0 comentário 0 visualizações

A edição de 2021 do Video Music Awards (VMA 2021) na noite de ontem reuniu os maiores nomes da música para premiar os melhores videoclipes do último ano.

Assim como o Festival de Cannes e o BRIT Awards, mais recentemente, o retorno do red carpet trouxe aos olhos dos telespectadores uma de nossas partes favoritas: os looks extravagantes — com destaque para as peças de couro, transparência e a alfaiataria. Dessa vez, inclusive, com a nossa “Girl From Rio”.

A moda pop

Do vestido “molhado” às fendas, Zendaya protagoniza o Festival de Veneza

A primeira artista brasileira a se apresentar no evento, Anitta continua a representar o Brasil mundo afora. Para o red carpet, a cantora surgiu deslumbrante com um vestido Miss Sohee. A peça toda em preta se destacava com as cores brancos no corpete, com um decote marcado pela transparência na barriga, e nas luvas longas.

Comandada pela designer sul-coreana Sohee Park e com sede em Londres, a label já vestiu famosas como Bella Hadid, Cardi B e Miley Cyrus e tem como um dos seus pilares explorar o artesanato através da alta-costura, por meio de volumes e gravuras handmaid.

A transparência deu tom também ao look da atriz Megan Fox. O look especialmente customizado da Mugler, provavelmente o vencedor no quesito “viral nas redes sociais”, se misturava ao corpo da celebridade. O conceito da grife, reconhecida por abordar referências tecnológicas e sensuais, foi apresentada durante a coleção Primavera/Verão 2021.

Na mesma abordagem, a cantora Charlie XCX vestiu uma versão personalizada da grife Shawna Wu. O minivestido preto chamava a atenção por criar espécies de extensões de uma lingerie. Não muito diferentemente, Doja Cat investiu em um corpete drapeado de Andreas Kronthaler, para a grife Vivienne Westwood, levando um estilo vampiresco com a mistura do vinho, preto e roxo.

De Dolce & Gabbana, Tinashe compôs o look comum top preto curto e calças com cordões de cintura baixa. A calça desenhava uma fenda que se unia por meio de uma costura em zigue-zage. Para a “Variety”, a cantora revelou ter se inspirado na moda dos anos 2000.

Se alguém ainda tinha dúvidas sobre termos voltados há 20 anos, Tinashe dispensou todas as incertezas.

O couro se fez presente também entre os looks masculinos, representado por Kid Laroi. Sem camisa, o dono da nova voz juvenil norte-americana, que tem marcado presença no topo dos charts, carregou a imagem de bad boy com uma jaqueta e calça de couro.

Tudo muito bem finalizado com acessórios, como óculos, colar e cinto prateados, e um par dos clássicos Chuck Taylor, da Converse, nos pés.

Os tons de rosa

A combinação entre o vermelho e o rosa pode ser uma das tendências mais utilizadas nos mais recentes tapetes vermelhos. Para o VMA, quem fez uma (bela) representação foi Camila Cabello.

Vestindo Alexis Mabille, a voz de “Havana” se apropriou de um busto mais justo com um corselet. O volume ficou na parte inferior do look, dividido por um laço, em tamanho extra grande, na cintura.

Com as maiores indicações, como “Artista do Ano”, “Música do Ano”, “Melhor Artista Revelação”, entre outras, a nossa “Miss Detran” Olivia Rodrigo entregou um look à altura dos seus prêmios.

O vestido longo usado por ela, do Atelier Versace, criava camadas entre a mistura dos tecidos, com tule, em tons de rosa mais escuro e salmão, e um decote tomara que caia.

Já um dos maiores nomes dos anos 2000, Avril Lavigne pode ter amadurecido, mas não deixa de trazer a personalidade da “Sk8er girl” pela qual as conhecemos e inspirou uma geração. Com a estampa xadrez maximizada, a cantora apareceu com um look de alfaiataria da Area.

O visual ganhou (ainda mais) vida com um top e bolsas prateados que conversavam entre si enquanto ela posava para os cliques no red carpet.

A nada óbvia alfaiataria masculina

Para a edição de 2021 do VMA, felizmente pudemos ver os homens saindo da zona de conforto do clássico terno preto e branco. Entre os merecedores da nossa gratidão, está Machine Gun Kelly.

O cantor — e par de Megan Fox, levou o red carpet ao próprio look com um terno na mesma cor da Dolce & Gabbana. O visual com brilho e nervos marcados foi elevado a outro nível com acessórios, fossem eles os anéis ou as pérolas minuciosamente “implantadas” em seu rosto, desenhadas nos contornos do seu rosto.

Sem Harry Styles, sem credibilidade? Não necessariamente. O canadense Shawn Mendes deixou de lado a regata branca e nos agraciou ao vestir a alfaiataria da marca Mans.

Com todas as peças em branco, com exceção dos sapatos, o look oversized ganhou maiores proporções com o uso de uma blusa mais decotada no busto do cantor.

Por fim, mas não menos importante, nossa menção honrosa fica reservada a Lil Nas X. O rapper, que chamou a atenção após desenvolver um tênis feito com sangue humano ainda neste ano, brincou com as questões de gênero com as roupas, mais uma vez.

Para o VMA 2021, o norte-americano prestou uma homenagem ao icônico artista Prince. Com direito aos mullets em grandes extensões, o vestido do Atlier Versace misturava cortes de alfaiataria. Tudo isso trabalhado na cor roxo, afinal, estamos reverenciando a voz de “Purple Rain”.

Related Articles

Deixe um comentário