O coronel Francisco Araújo, titular da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), falou em entrevista ao Bom Dia RN, da Inter TV Cabugi, na manhã desta terça-feira 7 e fez uma recomendação sobre os atos programados para o Dia da Independência no Rio Grande do Norte.

Para o secretário, é possível que policiais participem das mobilizações – sejam aquelas contrárias ao governo federal, sejam as manifestações a favor da gestão Bolsonaro. No entanto, é necessário que não sejam usados equipamentos que remetam às forças de segurança pública pelos policiais que estiverem nas manifestações por vontade própria, ou seja, sem trabalhar efetivamente.

“A orientação é que todos os policiais que queiram participar, independentemente de qual ato, não vá usando distintivo, uniforme, nem armas. O livre direito de ir e vir de qualquer cidadão é constitucional”, pontuou Araújo.

Uma série de atos mobilizará as capitais brasileiras neste 7 de setembro, data que o país comemora os 199 anos da Independência Brasileira em relação a Portugal. Em Natal, acontecerão protestos contrários ao governo federal e atos a favor da gestão Bolsonaro.

Formadas principalmente por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), as manifestações desta terça ganharam força após embates do mandatário com o STF (Supremo Tribunal Federal).

Reforço da segurança

O helicóptero Potiguar 1 vai reforçar as medidas de segurança nesta terça-feira, em Natal. A aeronave vai sobrevoar as manifestações que acontecerão em alguns pontos da capital potiguar.

Além da atuação do helicóptero, a pasta ativará durante todo o dia o Gabinete de Gestão Integrada (GGI), que agirá em conjunto com os demais órgãos de segurança do Rio Grande do Norte. O Comando de Policiamento Metropolitano (CPM) informou que os policiais acompanharão de perto os atos por meio de viaturas, em motos, a cavalo e também a pé.

“O Gabinete integra todos os órgãos de segurança pública do RN, como Itep, PM, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros. Também participará a Guarda Municipal de Natal, STTU, Agência Brasileira de Inteligência, PRF, e MPRN”, afirmou o secretário. “Vamos acompanhar o deslocamento dos movimentos sociais, dando segurança para a população”.

Além da equipe regular, estarão atuando policiais convocados para trabalhar em atividade extraordinária. As delegacias Plantão Norte e Plantão Sul funcionarão normalmente, e haverá mais uma delegacia em Neópolis para ações exclusivas dos movimentos sociais – que funcionará das 8h às 20h no Complexo de Delegacias Especializadas da Polícia Civil (CODEPC), localizado na Avenida Ayrton Senna, no bairro de Neópolis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui