Copa América: Maioria do STF rejeita ações e permite realização do torneio no Brasil

Exclusivo: após Exército impor sigilo em processo de Pazuello, governo nega informações sobre gastos da FAB em atos com Bolsonaro
junho 10, 2021
Fala de Bolsonaro sobre máscaras pega de surpresa equipe de Queiroga
junho 10, 2021

Copa América: Maioria do STF rejeita ações e permite realização do torneio no Brasil

Ouça a matéria aqui!

Apesar da rejeição popular e, inclusive, de pessoas ligadas diretamente ao futebol, a maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votou para não aceitar duas ações que pediam a suspensão da Copa América.

Um terceiro processo, que também está no plenário virtual da Corte, mas ainda não formou maioria, tem como relator o ministro Ricardo Lewandowski.

Caso a decisão seja mantida, o STF confirma a realização do evento no país, a partir deste domingo (13).

As duas primeiras ações têm a ministra Cármen Lúcia como relatora. A maioria dos ministros acompanhou o voto dela, que rejeitou os dois pedidos, por questões processuais.

No terceiro processo, Lewandowski não votou contra a realização do torneio, porém, mandou que o governo apresente, em 24 horas, um plano “compreensivo e circunstanciado acerca das estratégias e ações que está colocando em prática, ou pretende desenvolver, para a realização segura” do evento.

Plano de estratégias

Também votou para determinar que os governos do Distrito Federal e dos estados do Rio de Janeiro, Mato Grosso e Goiás, assim como os municípios do Rio de Janeiro, Cuiabá e Goiânia, sedes dos jogos, “divulguem e apresentem ao Supremo Tribunal Federal, em igual prazo, plano semelhante, circunscrito às respectivas esferas de competência”.

As ações que têm Cármen Lúcia como relatora foram apresentadas pelo PSB e pela Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos. O processo sob relatoria de Lewandowski foi apresentado pelo PT.

Visualizações: 65

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *