Rio de Janeiro confirma 74 infectados pela variante delta

Proposta do governo para Bolsa Família é baseada em dinheiro que não existe
18 de julho de 2021
Fiocruz atinge marca de 70 milhões de doses de vacina entregues ao PNI
18 de julho de 2021

Rio de Janeiro confirma 74 infectados pela variante delta

Ouça a matéria aqui!

O número de infectados confirmados pela variante Delta do novo coronavírus saltou para 74 no Estado do Rio de Janeiro, nesse sábado (17.jul.2021). O Paraná também confirmou o 9º caso.

Em todo o Estado, a nova variante já foi confirmada em 11 cidades, além da capital: Duque de Caxias, Itaboraí, Itaguaí, Japeri, Maricá, Mesquita, Niterói, Nova Iguaçu, Queimados, Seropédica e São João de Meriti.

O secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, escreveu em uma publicação no Twitter sobre os casos confirmados na capital.

Variante Delta realmente está se instalando no Rio. Recebemos a confirmação de mais 15 resultados positivos do laboratório da UFRJ e um do (laboratório particular) Dasa. Com mais 7 que tínhamos da Fiocruz, ao todo 23 casos confirmados”, escreveu o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, em uma publicação no Twitter.

Os números divulgados por ele se referem apenas à cidade do Rio de Janeiro. O município registrou na semana passada os primeiros casos de covid-19 causados pela nova cepa.

A prefeitura do Rio informou nesse sábado (17.jul) que encerrou 150 festas e eventos clandestinos desde o início do ano por descumprimento das medidas de prevenção contra a covid-19. Na noite de 6ª feira (16.jul), a Secretaria de Ordem Pública fechou uma festa com 300 pessoas na Barra da Tijuca, na zona oeste da capital.

A variante delta já está em transmissão comunitária na capital fluminense, segundo Soranz. Isso significa que as infecções não estão mais ligadas a casos de pessoas que se infectaram em outras localidades.

Já no Paraná, o 9º caso confirmado é um homem de 46 anos, que mora em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba. Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, dos 9 infectados, 2 morreram: uma grávida de 42 anos e um homem de 58 anos.

Outros Estados que também já identificaram infecção pela variante indiana são: São Paulo, Minas, Pernambuco, Maranhão e Goiás.

No total, o Brasil registra 96 casos confirmados da variante delta em 7 estados, segundo um levantamento feito pela CNN.

VARIANTE DELTA

Identificada inicialmente na Índia, a variante é considerada preocupante pela OMS (Organização Mundial da Saúde). Essa mutação do Sars-CoV-2 é considerada mais infecciosa e também pode ter maior potencial para causar reinfecções.

Por causa da nova cepa, os governos de Rio de Janeiro, Distrito Federal, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Pernambuco e Santa Catarina começaram a adotar intervalo menor entre as doses dos imunizantes da AstraZeneca e da Pfizer. O objetivo é aumentar a proteção rapidamente, sobretudo entre os grupos mais vulneráveis. As reduções são de 12 semanas para 10 ou 8 semanas.

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), anunciou nessa 5ª feira (15.jul.2021), que a Prefeitura analisa a necessidade de uma dose de reforço para idosos, que seria aplicada em outubro.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) alertou para a não existência de estudos conclusivos sobre a necessidade de uma 3ª dose.

As medidas de prevenção recomendadas contra a nova variante são as mesmas: evitar aglomerações, manter distanciamento físico, usar máscara, higienizar sempre as mãos e buscar a vacinação quando estiver disponível para a sua faixa etária.

Visualizações: 52

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *