Home EconomiaNúmeros Confiança da indústria potiguar volta a recuar em novembro

Confiança da indústria potiguar volta a recuar em novembro

Por AdrianoSantos
0 comentário 12 visualizações

Índice se mantém acima da linha divisória dos 50 pontos, revelando moderação na confiança

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) de novembro de 2021 ficou em 54,6 pontos, o que representa queda de 1,5 ponto na comparação com outubro (56,1 pontos) e de 3,4 pontos em relação ao indicador de novembro de 2020 (58,0 pontos). Apesar do declínio, o índice se mantém acima da linha divisória dos 50 pontos, revelando moderação no nível de confiança dos empresários potiguares, frente ao levantamento anterior.

A análise dos componentes do ICEI mostra que a retração no índice se deve tanto às condições correntes de negócios, mais negativas, como às perspectivas para os próximos seis meses, menos otimistas. A pesquisa mostra também que os empresários tanto da Construção quanto das Indústrias Extrativas e de Transformação se mostram menos confiantes do que em outubro.

No que tange aos portes de empresa pesquisados, as médias e grandes indústrias apontam menor confiança, enquanto as pequenas voltam a demostrar falta de confiança. Comparando-se o ICEI do Rio Grande do Norte com o divulgado dia 12/11 pela CNI para o Brasil, tem-se, nos dois casos, recuo no nível de confiança em novembro de 2021. O indicador nacional variou -1,8 ponto, passando de 57,8 para 56,0 pontos, e ficou acima do indicador potiguar (54,6 pontos). Apesar do recuo, o indicador encontra-se 1,9 ponto sobre sua média histórica (agora em 54,1 pontos), mas está 6,9 pontos abaixo do índice de novembro de 2020 (62,9 pontos). No que se refere ao ICEI do Nordeste, o indicador atingiu 56,9 pontos, 0,3 ponto aquém do valor verificado em outubro (57,2 pontos) e 4,6 pontos inferior ao índice de novembro de 2020 (61,5 pontos).

Em novembro de 2021, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) potiguar, elaborado com base na Sondagem realizada entre os dias 3 e 12 do mês, recuou 1,5 ponto, passando de 56,1 para 54,6 pontos, mas segue acima da linha divisória de 50 pontos, mostrando que os empresários potiguares estão menos confiantes do que no levantamento de outubro (valores acima de 50 pontos indicam confiança). Na comparação com novembro de 2020, o índice decresceu 3,4 pontos (58,0 pontos).

Todos os componentes do ICEI recuaram em novembro de 2021. O índice de Condições Atuais, que avalia a situação corrente dos negócios, decresceu 0,4 ponto, passando de 49,6 para 49,2 pontos, revelando que os empresários percebem piora em relação aos últimos seis meses.

O índice de Expectativas, por sua vez, apontou queda de 2,0 pontos, passando de 59,3 para 57,3 pontos, relevando um otimismo mais moderado da indústria potiguar para os próximos seis meses. Na comparação com novembro de 2020, o índice de Condições Atuais caiu 5,7 pontos, enquanto o índice de Expectativas recuou 2,2 pontos (54,9 e 59,5 pontos, respectivamente).

Deixe um comentário