Home Sem categoriaForças Armadas Comandante do Exército pede a militares cautela com redes sociais

Comandante do Exército pede a militares cautela com redes sociais

Por AdrianoSantos
0 comentário 2 visualizações

General Paulo Sérgio pregou obediência à hierarquia; “vivemos em ambiente informacional dinâmico e volátil”, diz

O comandante do Exército, general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, pediu nesta 6ª feira (17.set.2021) aos militares da “família verde-oliva” que confiem em seus comandantes e tenham cautela com os conteúdos que circulam nas redes sociais. Disse que em um ambiente informacional “dinâmico e volátil”, extrair dados exige a busca da “verdade dos fatos”.  

“Analisem com critério e façam a correta interpretação das informações que acessam ou recebem, mas principalmente, confiem ainda mais em seus comandantes e chefes em todos os escalões hierárquicos. Eles estão investidos de autoridade  e responsabilidade para transmitir a vocês a melhor, mais ética e profissional leitura dos acontecimento, além de orientação-los no correto caminho a seguir para o cumprimento do dever”. 

A fala foi feita em vídeo publicado nas redes sociais do Exército com o nome “Mensagem do Comandante à Família Verde-Oliva”. Foi a 1ª declaração pública do general desde os atos do 7 de Setembro, que reuniram milhares de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro.

Nas manifestações, houve pedidos de intervenção das Forças Armadas e a defesa de bandeiras golpistas, como a destituição dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal). Às vésperas dos atos, Bolsonaro intensificou os compromissos públicos com militares. O chefe do Executivo foi a 9 cerimônias em agosto, maior número num mês até agora.

No pronunciamento, o Comandante disse que, historicamente, o Exército “tem sido merecedor do reconhecimento da sociedade brasileira”. Disse aos militares para manter o foco em suas atribuições, e preservar a união e coesão, “tendo sempre como base sólida a hierarquia e disciplina, verdadeiros apanágio s de nossa vocação militar”, e que a Força “continua firme” no cumprimento de suas missões constitucionais.

Também declarou que cabe aos comandantes estar constante contato com os subordinados, “compreendendo tudo o que envolve a dimensão humana e oferecendo as melhores condições para que bem exerçam suas atribuições”. 

Afirmou que a Força Terrestre mantém a “no mais elevado nível” as capacidades operativas, que permitem aos militares atuar com “presteza e eficácia, cooperando para a tranquilidade da nação contra qualquer ameaça que porventura venha a surgir”. 

“Nos últimos 4 meses, estive presente com oficiais generais do meu alto comando do Exército em 6 dos 8 comando militares de área. Em todas as visitas,  pude constatar o excelente estadão de prontidão, a operacionalidade da tropa e o elevado grau de coesão do nosso público interno, bem como a união existente entre o pessoal da ativa e nossos veteranos”. 

Ao final, pediu uma benção à Deus: “Que o todo poderemos Deus dos exércitos nos fortaleça e abençoe a nós e nossas famílias, para que continuemos a serviço o povo brasileiro com ânimo redobrado e com a melhor das capacidades”.

Encerrou com o brado “Brasil acima de tudo”, usado pelos integrantes da Brigada de Infantaria Paraquedista. O bordão foi adotado pelo presidente Jair Bolsonaro durante a campanha eleitoral de 2018, e é repetido frequentemente pelo chefe do Executivo e seus apoiadores.

O general assumiu o comando do Exército em abril. Era chefe do Departamento-Geral de Pessoal do Exército desde 2018 e o 5º mais antigo da lista de possíveis indicados. A nomeação se deu depois da saída conjunta dos 3 comandantes militares de Exército, Marinha e Aeronáutica, e do ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva.

Leia a íntegra do pronunciamento do Comandante do Exército:

“Integrantes do Exército de Caxias, oficiais, praças, veteranos e família militar!

Ao comemorarmos, no dia sete de setembro, o Aniversário de nº 199 da Proclamação da Independência do Brasil, nós, soldados, ficamos honrados por termos participado do momento histórico do Grito do Ipiranga com a tradicional tropa dos Dragões da Independência ladeando Dom Pedro I, e orgulhosos por fazermos parte da História do Brasil, unindo o Exército Brasileiro de forma indissolúvel à própria nacionalidade brasileira.

De minha posição de Comandante e após mais de 47 anos de serviço, posso afiançar a enorme evolução que o Exército Brasileiro vivenciou em todos os campos. A qualificação de seus recursos humanos, o aperfeiçoamento e a obtenção de capacidades militares adequadas ao combate do século XXI, o desenvolvimento de programas estratégicos que impulsionam a transformação da Força Terrestre e inserem tecnologia de ponta em seus modernos equipamentos e o incremento do apoio à família militar são exemplos marcantes dessa contínua e pujante evolução, que nos leva à modernidade, sem jamais descurar dos valores e tradições que alicerçam o que somos: uma instituição nacional e permanente, competente e vigorosa na defesa da Pátria e no apoio à população brasileira.

Tendo participado da solenidade do Dia do Soldado, em Brasília, afirmo que o “Braço Forte” da Nação está mais profissional e coeso do que nunca e à altura do legado de nossos antecessores, de nossas tradições e dos valores mais caros à nossa profissão. As cerimônias realizadas nas organizações militares em todo o território nacional demonstraram a capacidade e a disciplina da tropa perfilada, espelhando a liderança exercida por oficiais e praças, desde as pequenas frações até os maiores escalões.

Nos últimos quatro meses, estive presente, com oficiais-generais do Alto Comando do Exército, em seis dos oito Comandos Militares de Área. Em todas essas visitas, pude constatar o excelente estado de prontidão, a operacionalidade da tropa, e o elevado grau de motivação e coesão do público interno, bem como a união existente entre o pessoal da ativa e os nossos veteranos.

Prossigo nas visitas às demais regiões do País, pois cabe a todos que exercem a nobre missão do comando estar, constantemente, em contato com os subordinados, compreendendo tudo o que envolve a dimensão humana e oferecendo as melhores condições para que bem exerçam suas atribuições. O Exército não para, e continua firme no cumprimento de suas missões constitucionais.

É um trabalho diário e silencioso de cerca de 220 mil militares, homens e mulheres, que honram suas fardas e produzem os resultados percebidos por toda a sociedade. Preservamos a integridade do território, combatemos os ilícitos ambientais e transfronteiriços, salvaguardamos os interesses nacionais e apoiamos a população nas situações de calamidade e necessidade, além de contribuirmos com o desenvolvimento nacional. Enfim, são muitas e relevantes entregas!

Acima de tudo, o Exército mantém no mais elevado nível as suas capacidades operativas, que, somadas à capilaridade e à presença em todo território, nos permitem atuar com presteza e eficácia, cooperando para a tranquilidade da Nação contra qualquer ameaça que porventura possa surgir.

Vivemos em um ambiente informacional dinâmico e volátil. Nesse espaço, flui um volume avassalador de informações. Conseguir processar tamanha quantidade e dela extrair os conteúdos mais fiéis, exige a busca da verdade dos fatos. Por isso, muita cautela com o que circula nas mídias sociais! Analisem, com critério, e façam a correta interpretação das informações que acessam ou recebem, mas, principalmente, confiem, ainda mais, em seus comandantes e chefes, em todos os escalões hierárquicos! Eles estão investidos de autoridade e responsabilidade para transmitir a vocês a melhor, mais ética e profissional leitura dos acontecimentos, além de orientá-los no correto caminho a seguir para o cumprimento do dever.

Historicamente, o Exército Brasileiro tem sido merecedor do reconhecimento da sociedade brasileira. Temos testemunhado, constantemente, em todos os rincões de nosso imenso País, o carinho e a confiança, desde sempre depositados na nossa Força. As pesquisas demonstram isso em números.

Contudo, não existe avaliação mais precisa do que a proporcionada pelo contato diário e regular com o nosso Povo. Reforçando a fé inabalável na missão do Exército Brasileiro, concito a todos a manter o foco em suas atribuições, desempenhar, com a dedicação de sempre, as suas tarefas diárias e preservar a união e a coesão, tendo sempre como base sólida a hierarquia e a disciplina, verdadeiros apanágios de nossa vocação militar.

Mantenhamos a crença nos princípios da nossa nacionalidade, no culto aos valores e tradições, bem como no respeito à nossa história, que corroboram a credibilidade do Exército de Caxias perante a Nação brasileira.

Por fim, que a celebração da independência de nosso amado Brasil reafirme, em cada um de nós, os ideais de liberdade e renove o compromisso com a Pátria que juramos defender.

Que o Todo Poderoso Deus dos Exércitos nos fortaleça e nos abençoe e às nossas famílias, para que continuemos a servir ao Povo brasileiro com ânimo redobrado e com o melhor de nossas capacidades, sempre prontos para cumprir a nobre missão de defender a Pátria, com disciplina, coragem e coesão!

Brasil, acima de tudo!”

Deixe um comentário