Chefe de facção criminosa em município do RN é preso na Paraíba

Governo discute implantação de polo cloroquímico no Rio Grande do Norte
15 de julho de 2021
Dia de combate ao feminicídio é celebrado no RN com queda no número de casos
15 de julho de 2021

Chefe de facção criminosa em município do RN é preso na Paraíba

Ouça a matéria aqui!

Em desfavor de Dheyvisson Acassio, que era foragido da Justiça potiguar, havia cinco mandados de prisão expedidos pela Comarca de Jardim de Piranhas, pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, homicídio e por integrar uma organização criminosa

Policiais civis da Delegacia Municipal de Caicó, com apoio do Grupo Tático Operacional (GTO) da Polícia Militar e da Delegacia de Furtos e Roubos da Polícia Civil da Paraíba, prenderam, nesta quarta-feira 14, Dheyvisson Acassio Pereira Germano, conhecido como “Bero” ou “Galeguinho”, de 26 anos.

Ele é investigado pela suspeita de ser chefe de uma facção criminosa na cidade de Jardins de Piranhas, no Rio Grande do Norte, e um dos principais distribuidores de drogas da região. A prisão aconteceu na cidade de Campina Grande (PB).

Em desfavor de Dheyvisson Acassio, que era foragido da Justiça potiguar, havia cinco mandados de prisão expedidos pela Comarca de Jardim de Piranhas, pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, homicídio e por integrar uma organização criminosa. No momento de sua prisão, foram apreendidos em sua residência: porções de maconha, “crack”, balança de precisão e outros apetrechos utilizados no tráfico de drogas, além de uma pistola calibre .380.

Deyvissosn Acassio foi autuado em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo e, em seguida, encaminhado ao sistema penitenciário, onde se encontra à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181 ou (84) 3421 6029 Whatsapp.

Visualizações: 49

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *