Home Sem categoriaInvestigação Caso do mirante que envolve Rogério Marinho em Monte das Gameleiras será investigado

Caso do mirante que envolve Rogério Marinho em Monte das Gameleiras será investigado

Por AdrianoSantos
0 comentário 31 visualizações

O episódio envolvendo o direcionamento de verbas federais para construção de um mirante em Monte das Gameleiras, no interior do Rio Grande do Norte, será investigado pelo Ministério Público Federal. O ministro do Desenvolvimento Regional, o potiguar Rogério Marinho negou qualquer irregularidade.

A investigação será feita pela Procuradoria da República do DF que irá investigar se houve alguma irregularidade administrativa no envio de R$ 1,4 milhão para a construção de um mirante turístico próximo de um empreendimento privado que pertence a Marinho.

O ministro do Desenvolvimento Regional afirmou que tem o terreno há 16 anos e que recebeu uma solicitação do deputado Beto Rosado para que o município do interior do RN fosse contemplado com terminal turístico junto ao Ministério do Turismo, demanda que foi encaminhada ao órgão. “Não deixarei de ajudar meu estado e os municípios que o compõem dentro da lei e levando em consideração as suas necessidades em função do patrulhamento de quem quer que seja. A discricionariedade do atendimento desse pleito, em especial, foi do Ministério do Turismo e não do MDR”, afirmou.

Na última semana, numa audiência na Comissão de Trabalho, Administração e Serviços Públicos da Câmara, dia 8 de junho, Marinho negou a autoria dos pedidos e o repasse de verbas. O Estadão, entretanto, obteve por meio da Lei de Acesso à Informação duas planilhas de execução orçamentária do Ministério do Turismo, pasta chefiada por Gilson Machado, que confirmam que ele é o “autor” e o “agente político” da indicação dos recursos.

Related Articles

Deixe um comentário