Bolsonaro confirma André Mendonça para vaga de Marco Aurélio Mello

Pivô das rachadinhas, ex fez chantagem para usar sobrenome Bolsonaro nas eleições
7 de julho de 2021
Barros é acusado pela Receita de ocultar depósitos de R$ 2,2 milhões
7 de julho de 2021

Bolsonaro confirma André Mendonça para vaga de Marco Aurélio Mello

Ouça a matéria aqui!

O presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) anunciou durante reunião ministerial realizada no Palácio da Alvorada, na manhã desta terça-feira (6) que vai mesmo indicar André Mendonça, chefe da AGU, para a vaga de Marco Aurélio Mello, no STF.

Marco Aurélio se aposenta na próxima segunda-feira (12) e o anúncio oficial deve acontecer na segunda quinzena de julho, de acordo com a coluna de Lauro Jardim, no Globo.

A nomeação de Mendonça para o STF é uma promessa que Bolsonaro fez à Bancada Evangélica e à primeira-dama, Michelle.

Mas, como o presidente tem ciência de que Mendonça pode ter dificuldades de ser aprovado pelo Senado, deixou Aras de sobreaviso, ou seja, o plano B do presidente para o STF.

Sentar na indicação

No entanto, tanto senadores de oposição quanto alguns próximos ao governo pretendem ignorar a indicação de Mendonça.

A estratégia, segundo a coluna de Mônica Bergamo é simples: “sentar em cima” da escolha, sob o argumento de que o Senado tem outras prioridades para debater.

Com a atitude, os senadores não votam contra o indicado e, portanto, deixam de se indispor com parte do universo religioso, a quem Bolsonaro pretende atender escolhendo um nome “terrivelmente evangélico”, como Mendonça, para o cargo.

Mas barram, na prática, a indicação do presidente.

A rejeição do nome também impede que Bolsonaro indique outro logo a seguir.

Visualizações: 29

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *