Após desafiar Bolsonaro, vice-presidente da Câmara pede a Lira acesso a todos os pedidos de impeachment

Pedro Castillo é proclamado presidente eleito do Peru
20 de julho de 2021
Polícia Civil prende suspeitos da morte de pré-candidato a prefeito em 2020 no Oeste potiguar
21 de julho de 2021

Após desafiar Bolsonaro, vice-presidente da Câmara pede a Lira acesso a todos os pedidos de impeachment

Ouça a matéria aqui!

O vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (PL-AM), enviou nesta segunda-feira (19) ao presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), um requerimento solicitando acesso aos mais de 100 pedidos de impeachment já protocolados contra Jair Bolsonaro.

Lira entrou de recesso e Ramos assumiu, nesta segunda-feira (19), como presidente interino da Casa.

“Cumprimentando-o cordialmente, solicito a Vossa Excelência a lista e o inteiro teor dos pedidos de impeachment contra o Presidente da República, Jair Bolsonaro, em tramitação e/ou avaliação nesta Casa”, escreveu o deputado em seu requerimento. Confira aqui.

Lira, mesmo diante da pressão de manifestações de rua e de parlamentares da oposição, tem afirmado que não vai abrir nenhum processo de impeachment contra Bolsonaro pois não enxerga “materialidade” nas denúncias.

Ramos, no entanto, tem sinalizado que pode assumir uma posição diferente com relação ao chefe do Executivo.

“Sou de oposição”

Segundo informações da jornalista Daniela Lima, da CNN Brasil, Ramos deu recado ao seu partido nesta segunda-feira (19).

“Não sou mais um deputado independente. Sou um deputado de oposição”, teria afirmado.

A declaração e o ato de querer analisar os pedidos de impeachment contra Bolsonaro vem após o parlamentar ser atacado pelo presidente.

Ao receber alta do hospital em que estava internado, em São Paulo, no domingo (18), Bolsonaro disse que o aumento do Fundão foi uma “casca de banana” colocada pelo deputado na votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

“Jair Bolsonaro sabe que está mentindo! O Governo dele enviou LDO c/ fundão eleitoral. Líderes do governo e filhos do Bolsonaro votaram a favor do fundão. Nem votei por estar presidindo a sessão. Presidente, você tem a caneta p/ vetar. Seja homem, assuma suas responsabilidades”, rebateu o vice-presidente da Câmara pelas redes sociais.

O deputado, que faz parte do centrão – base de apoio do governo no legislativo -, ainda desafiou Bolsonaro para um debate sobre o tema.

Visualizações: 650

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *