Não fomos nós que cortamos o Censo do Orçamento, diz Guedes após decisão do STF

Butantan começa hoje a produzir a Butanvac, anuncia governador de SP
abril 28, 2021
“Esconde-esconde da vacina”: Ministério da Saúde “encontra” 100 mil doses da CoronaVac em estoque
abril 28, 2021

Não fomos nós que cortamos o Censo do Orçamento, diz Guedes após decisão do STF

Paulo Guedes - Foto

Ouça a matéria aqui!

Nesta quarta-feira, ministro do STF mandou que o governo realizasse a pesquisa.

O ministro da Economia Paulo Guedes disse na tarde desta quarta-feira (28) que o cancelamento do Censo aconteceu por uma questão sanitária e que a decisão não partiu do Ministério, mas do Congresso. 

“Não fomos nós que cortamos o Censo (do Orçamento). Quem aprovou o corte foi o Congresso e a explicação que nos deram é que, com a pandemia, o isolamento social impedia que as pessoas fossem de casa em casa”, disse. 

Questionado sobre a possibilidade de arrumar recursos para a realização da pesquisa, Guedes disse que iria se informar a respeito. 

O comentário vem no mesmo dia que o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, determinou que o governo federal adote medidas voltadas à realização do Censo de 2021.

Segundo o ministro, por meio de dados e estudos, os governantes podem analisar a realidade do país. A extensão do território e o pluralismo, consideradas as diversidades regionais, impõem medidas específicas.

O Censo Demográfico deste ano ficou de fora do Orçamento sancionado na semana passada pelo presidente Jair Bolsonaro com a justificativa de que não haveria recursos. À CNN, o secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, afirmou que a pesquisa será adiada.

Visualizações: 33

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *